HEINZELMANN PETERSEN, Júlio

Mand 1918 - 2002  (84 år)


Personlige oplysninger    |    Notater    |    Alle    |    PDF

  • Navn HEINZELMANN PETERSEN, Júlio 
    Født 30 apr. 1918  Taquara, RS, Brasil Find alle personer med begivenheder på dette sted 
    Køn Mand 
    Død 9 nov. 2002 
    Person-ID I94979  My Genealogy
    Sidst ændret 26 jul. 2017 

    Far PETERSEN, J. 
    Familie-ID F30970  Gruppeskema  |  Familie Tavle

  • Notater 
    • Tn250) D. Sílvia Heinsellmann, casada com Libório Petersen. Pais de:


      >Qn96) D. Maria Petersen.



      >Qn97) '''Júlio Petersen'''.



      >Qn98) D. Zélia Petersen.



      in Descendentes de Tomás José Martins



      ============================================================================



      Júlio Heinzelmann Petersen, natural de Taquara, foi, desde jovem, um grande admirador da leitura. Comerciário, também atuou na década de 40 como zagueiro e goleiro do Internacional, transferindo-se posteriormente para o Grêmio, onde jogou até 1949. Foi ainda árbitro de futebol, esporte que confessava ser sua outra paixão. Começou a juntar sua coleção em 1943, quando ganhou de um cunhado uma parte do livro Voluntários do Martírio, de Ângelo Dourado, que trata da Revolução de 1893. Ficou curioso para ler o resto e, depois de encontrar o livro inteiro, gostou tanto que resolveu buscar outras obras sobre o assunto. Comprou, trocou e ganhou materiais, que aos poucos formaram um grande acervo. Quando faleceu, em novembro de 2002, sua coleção já ocupava dois cômodos do andar superior de sua casa. Petersen costumava emprestar suas relíquias, anotando nome, telefone e endereço da pessoa em um caderno, mas sob a condição de que, entre o Natal e o Ano-Novo, tudo estivesse de volta às prateleiras. Também não gostava que fizessem fotocópias dos livros, pois muitas vezes danificava as obras. Os filhos lembram que a biblioteca sempre foi algo que integrou o cotidiano da família, mas que o pai não deixava de fazer outras coisas, atendê-los ou a algum amigo, num relacionamento amoroso e tranqüilo. Numa entrevista concedida há cinco anos ao professor Assis Brasil no programa Tempo de Letras (agora se chama Letras Nossas), da UNITV, Petersen revelou seu maior desejo, com o habitual bom humor: “Se eu morrer, quero que o acervo permaneça no Rio Grande do Sul, que seja adquirido e mantido completo”. A vontade de o acervo ser adquirido pela PUCRS foi levantada ainda em vida por Petersen, que manifestou satisfação com a idéia desse futuro para seus livros, por seus laços de amizade com a comunidade dos irmãos maristas, desde a época em que estudou no Colégio Rosário, com professores e estudantes da Faculdade de Letras.


      In PUCRS INFORMAÇÃO Nº 127 – NOV-DEZ/2005, página 37



      ===========================================================================



      Júlio Heinzelmann Petersen (Taquara, 30 de abril de 1918 — 9 de novembro de 2002) foi um futebolista e árbitro de futebol brasileiro. Júlio Petersen iniciou a carreira no Internacional, subtituindo ao goleiro Penha, titular absoluto da equipe na década de 1930. Assumiu a titularidade em 1938, fazendo parte da formação inicial do lendário Rolo Compressor. Pelo Internacional, conquistou cinco títulos gaúchos. Após tornar-se reserva do goleiro Ivo Winck, em 1942, pediu a liberação do Internacional no ano seguinte, para cuidar da doença de sua esposa. Ainda em 1943, transferiu-se para o Grêmio. No Tricolor, Júlio Petersen conquistou os Campeonatos Gaúchos de 1946 e 1949. Em 1949, recebeu o Prêmio Belfort Duarte, entregue pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD), tornando-se o primeiro atleta gaúcho a receber a distinção. Ao se aposentar, em 1950, tornou-se treinador dos juvenis do clube. Júlio Petersen foi também árbitro de futebol. Faleceu em novembro de 2002.[1] Obteve títulos pelo Internacional (Campeonato Gaúcho: 1934, 1940, 1941, 1942 e 1943) e pelo Grêmio (Campeonato Gaúcho: 1946 e 1949) e premiações (Grêmio: Prêmio Belfort Duarte, em 1949).


      In Wikipédia, a enciclopédia livre .



      ======================================================



      Lei Nº 8832 de 17 de dezembro de 2001 de Porto Alegre. CONCEDE O TITULO HONORIFICO DE CIDADAO DE PORTO ALEGRE AO SENHOR JULIO HEINZELMANN PETERSEN. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º Fica concedido o título honorífico de Cidadão de Porto Alegre ao Senhor Julio Heinzelmann Petersen, nos termos das Leis nºs 1.534, de 22 de dezembro de 1955, e 1.969, de 23 de julho de 1959. Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, 17 de dezembro de 2001. Tarso Genro Prefeito